Os magistrados são contra a proposta do governo de reforma da Previdência e outros dois projetos de lei.

Ano Judiciário começa nesta quinta com um protesto de juízes, promotores e procuradores diante do Supremo Tribunal Federal.

Os magistrados são contra a proposta do governo de reforma da Previdência e outros dois projetos de lei, um sobre abuso de autoridade e outro que trata das garantias dos advogados.

Representantes das associações de juízes e de membros do Ministério Público vão entregar uma carta com 18 mil assinaturas para presidente do STF, ministra Cármem Lúcia e para a procuradora-geral, Raquel Dodge.

O protesto se estenderá para a Câmara dos Deputados, numa tentativa de demonstrar aos parlamentares que as carreiras da magistratura e do funcionalismo não são os vilões do déficit da Previdência.


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here