Hospital confirmou recebimento de 18 frascos nesta sexta-feira (5), e espera outros 165 na próxima semana. 

O Centro Infantil Boldrini, em Campinas (SP), confirmou nesta sexta-feira (5) o recebimento de 18 frascos da asparaginase alemã – medicamento usado para o combate da Leucemia Linfóide Aguda (LLA). Segundo a assessoria da unidade, a importação realizada em dezembro de 2017 teve custeio próprio e foi feita em nome dos pacientes mais graves, incluindo aqueles que ficaram sem remédio.

De acordo com o hospital filantrópico, referência em oncologia e hematologia pediátrica, outros 165 frascos de um lote com 500 frascos devem chegar a Campinas na próxima semana. Neste caso, a compra foi feita via pessoa jurídica. O valor total das despesas não foi confirmado pelo Boldrini.

Impasse

À época da compra, o Boldrini ressaltou que o Ministério da Saúde deixou de entregar o medicamento, embora ele seja garantido pela Justiça por meio de liminar concedida em maio de 2017. A assessoria da pasta, porém, diz que a unidade solicitou três meses após prazo estipulado.

De acordo com o governo, o Boldrini recebe recursos para adquirir a asparaginase de sua preferência e que o produto distribuído por ela contém o princípio ativo L–asparaginase, com atividade enzimática (ação esperada) comprovada por seis diferentes laboratórios.

Em maio do ano passado, o juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas, determinou que a pasta forneça o medicamento nas quantidades necessárias, mediante solicitação dos hospitais.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here