A pessoa que fez a queixa, que é pastor, contou aos agentes de segurança ter percebido o sumiço do animal ainda no dia do crime.

Oito homens foram fichados acusados de praticarem sexo com uma cabra prenha no estado indiano de Mewat. O animal morreu depois do ataque, ocorrido em 25 de julho. De acordo com o Times of India, a suspeita é de que o grupo estivesse sob efeito de drogas ao cometer o crime.

Apenas três deles já estão identificados. “A cabra morreu com severas lesões. Estamos conduzindo batidas em diversos pontos nos quais acreditamos que os suspeitos estão se mantendo escondidos”, afirmou o inspetor Vipin Kumar.

A pessoa que fez a queixa, que é pastor, contou aos agentes de segurança ter percebido o sumiço do animal ainda no dia do crime. Ao procura-lo, encontrou o grupo violentando sexualmente o bicho. Ele confrontou os homens, mas foi ameaçado. Além disso, os suspeitos garantiram que a polícia não poderia fazer nada contra eles.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here