Ação otimiza e direciona recursos para a execução de projetos voltados à proteção e resgate da fauna.

O CRAS (Centro de Reabilitação de Aves Silvestres) – Pró-Arara recebeu na tarde da última segunda-feira (11) a visita da bióloga Elaine Mirela Lourenço, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, que apresentou o “Programa Ninhos”, uma nova iniciativa que visa converter o dinheiro de penas pecuniárias e multas ambientais para projetos de “crases” certas, principalmente aquelas que são empreendimentos que visam o resgate da fauna silvestre.

O objetivo da visita foi apresentar e lançar o novo projeto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, com a finalidade de ensinar técnicas, demonstrando como o trabalho pode ser efetivado, e quais valores podem ser obtidos com a ação no município de Araras.

Em sua apresentação, a bióloga e também assessora do secretário do Meio Ambiente, Maurício Brusadin, falou sobre o projeto Pró-Arara e explicou que estudos mostram que a arara-canindé, ave símbolo da cidade de Araras, pode repovoar tanto a divisa com o Estado do Mato Grosso, quanto nossa região central, fato visto com bons olhos pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Para Fernanda Magajevski, médica veterinária do Pró-Arara, foi uma satisfação poder notar a prioridade e entendimento da Secretaria Estadual para com o município ararense. “Eles entendem a importância do nosso trabalho, não simplesmente como um CRAS de recebimento de animais de apreensão, animais feridos ou em necessidade, mas também como um projeto de preservação de uma espécie que praticamente entrou em extinção na nossa região”, comentou ela.

SecomAção otimiza e direciona recursos para a execução de projetos voltados à proteção e resgate da fauna.

Sobre o “Programa Ninhos”

O Programa Ninhos, instituído no âmbito da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, otimiza e direciona recursos para a execução de projetos voltados à proteção e manejo de fauna silvestre. Apoia diretamente os empreendimentos de uso e manejo de fauna silvestre localizados no Estado de São Paulo, sem fins comerciais ou amadores, devidamente autorizados pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente.

O apoio aos empreendimentos de fauna visa à sustentação ou ampliação da capacidade de recebimento, destinação e manutenção de animais silvestres, sobretudo, oriundos de apreensões e à execução de ações estratégicas de conservação em uma abordagem única envolvendo a conservação de populações e espécies da fauna silvestre integrando a conservação em vida livre e em cativeiro.

Os empreendimentos apoiados pelo Programa Ninhos enquadram-se nas categorias de uso e manejo de fauna silvestre: Centros de Triagem e de Reabilitação de Animais Silvestres – CETAS/CRAS, Áreas de Soltura e Monitoramento de Fauna Silvestre, Mantenedores de Fauna Silvestre, Jardins Zoológicos e Criadouros Científicos para fins de pesquisa e de conservação.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here