Segundo ministro Carlos Marun, presidente Temer ainda não bateu o martelo; para Jucá, situação do RJ e outros estados tem peso na decisão.

O Palácio do Planalto estuda a criação de um novo ministério, o da Segurança Pública. A informação foi confirmada pelo ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) e pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá. Segundo Marun, o próprio presidente Michel Temer (PMDB) “estimulou” a discussão sobre o assunto, mas ainda não bateu o martelo.

“Tem pouco tempo de governo, mas em compensação a emergência do caso é algo gritante, então está sendo discutido”, declarou Jucá à imprensa, ao explicar que Temer avalia se há “custo” e “prazo” suficientes para a mudança. Ele negou que a pasta possa servir como forma de esvaziar o Ministério da Justiça, como tem sido apontado.

A Polícia Federal, hoje subordinada à pasta seria transferida para o ministério extraordinário. Marun disse que a questão sobre a qual ministério a corporação estará vinculada é secundária. “Onde a PF vai estar é uma questão de segundo plano nesse momento”, afirmou.


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here