Pedras, rojões, barras de ferro e socos ingleses foram apreendidos.

Cerca de 150 integrantes de uma torcida organizada do São Paulo foram detidos na noite desta quarta-feira (3) por suspeita de planejarem uma briga após uma partida no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), pela Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Segundo a Polícia Militar, torcedores do interior do estado se enfrentariam com um grupo da capital paulista, porque não concordam com mensalidades impostas a eles. O confronto foi evitado após a denúncia de um vigia de um posto de combustível.

“Reunimos as equipes de Força Tática, fizemos um comboio com esses torcedores até o estádio. Houve um princípio de tumulto, mas conseguimos conter esses indivíduos, que foram abordados e identificados”, disse o tenente da PM Francisco Wohnrath.

Pedras, rojões, barras de ferro e socos ingleses foram apreendidos. Um ônibus de Campinas (SP) chegou a ser apedrejado pelos torcedores. Wohnrath disse que moradores de São José do Rio Preto (SP), de Guará (SP) e Araraquara (SP) foram identificados.

“Lembramos que todos são do mesmo time. Então, é a torcida da capital que faria uma briga com a torcida independente do interior por questões de mensalidade. O pessoal do interior tem que pagar para a capital e não quer mais pagar”, explicou.

Ainda de acordo com o tenente da PM, todos os detidos foram liberados, mas as identidades deles serão repassadas à Federação Paulista de Futebol para que sejam impedidos de entrar em estádios durante partidas oficiais.

Wohnrath afirmou ainda que as páginas da torcida organizada em redes sociais na internet serão monitoradas para que outros confrontos sejam evitados.


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here