“Eduarda Brasil”, como era conhecida foi encontrada morta no Jardim Belvedere.

A Polícia Civil de Araras (SP), está investigando a morte de uma travesti ocorrida no município. “Eduarda Brasil”, como era conhecida foi encontrada morta no Jardim Belvedere, na madrugada desta segunda-feira (19), sem a bolsa e sem o celular. O caso foi registrado como “morte suspeita”, as primeiras informações portanto levam a crer que a vítima tenha sofrido uma overdose.

Era por volta das 3h45, quando o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado para o atendimento. Segundo informações do boletim de ocorrência, os socorristas tentaram por cerca de 30 minutos reanimar a vítima no local, até que decidiram seguir para o Pronto Socorro.

Já no Hospital São Luiz, consta que a vítima tenha dado entrada no local já sem vida. Ainda conforme o registro, a vítima, Não possuía marcas de violência pelo corpo, teria apenas um ferimento no queixo e pequenas escoriações pelo braço e joelho, aparentando ser de queda, porém, será investigado.

O corpo de Luiz Henrique Franco Da Silva (Eduarda Brasil), de 21 anos de idade, que morava no Arnaldo Mazon, está no Velório Municipal e deverá ser sepultado amanhã às 09h00 no Cemitério Municipal de Araras (SP).


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here