Custo de vida da população de baixa renda aumenta meio por cento, em janeiro.

A pesquisa foi feita pela Fundação Getúlio Vargas, que levou em conta os produtos e serviços essenciais e mais consumidos por quem ganha até duas vezes e meia o valor do salário mínimo.

Destaque negativo para o tomate, que aumentou quase 50 por cento, e a banana, que ficou 15 por cento mais cara.

A lista das principais altas tem, ainda, a gasolina, a batata e a passagem de ônibus.

Porém, no geral, os gastos com educação, como matrícula e material, com aumento médio acima de dois por cento, foram os que mais subiram.

A boa notícia ficou por conta de itens como a conta de luz e a cerveja, que ficaram mais baratos em janeiro.


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here