Os economistas da Serasa, responsáveis pela pesquisa, avaliam que a retomada do crescimento está num ritmo abaixo do esperado.

Número de empresas que pediram falência despenca 17 por cento, na primeira metade de 2018. Caiu de mais de 800, no ano passado, para 686.

Já quando o assunto é o número de recuperações judiciais, a notícia não é tão boa: houve alta de 10 por cento, para 753 pedidos.

Os economistas da Serasa, responsáveis pela pesquisa, avaliam que a retomada do crescimento está num ritmo abaixo do esperado. E que, por isso, o empresário não tem conseguido fazer caixa e manter o negócio em funcionamento.

Eles destacam, ainda, que os micro e pequenos empresários são os que mais sofrem com os problemas da economia. E que, no primeiro semestre, eles responderam por mais da metade dos pedidos de falência e de recuperação judicial.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here