Sem a devida proteção, a lente dos óculos não filtra os raios ultravioletas, que podem causar lesões graves nos olhos

Muito mais do que um acessório, os óculos de sol são fundamentais para proteger os olhos dos raios ultravioletas. Contudo, essa não é a principal razão que leva a maioria das pessoas a comprar este acessório. Estilo e sofisticação muitas vezes saem na frente e óculos não certificados, sem qualquer tipo de proteção, podem ser comprados facilmente.
Entretanto, é indispensável usar óculos de sol com filtro UV. Segundo o oftalmologista Paulo Polisuk, quando os raios ultravioletas penetram profundamente no olho, podem levar a lesões maculares e do cristalino, dentre outras possíveis lesões. “Quando colocamos um anteparo que filtra a luz ultravioleta, consegue-se impedir que essas doenças se imponham”, explica.
Ainda de acordo com o oftalmologista, algumas teorias já comprovaram que os raios ultravioletas são cataratogênicos, ou seja, indutores da catarata. Por isso a utilização de um filtro, em especial em países tropicais, é extremamente importante para impedir, a longo prazo, que essa opacidade da catarata se estabeleça.
“Pacientes que olham para o sol fixamente, por um tempo prolongado, podem ter lesões ou queimaduras de mácula”, alerta Paulo. Por isso, é importante orientar as pessoas a não olharem diretamente para o sol, pois estarão correndo o risco de haver queimaduras com dano visual irreversível.

Tipos de raios

Os raios podem ser divididos em UVA, UVB e UVC. Embora a UVC seja totalmente filtrado pela camada de ozônio, os outros dois tipos atingem a atmosfera e são responsáveis pelos danos celulares e envelhecimento da pele.
Por conta dos buracos na camada de ozônio (barreira natural para os raios), a população vem recebendo mais radiação do que deveria. Desta forma, é fundamental que os óculos tenham a proteção contra os raios, caso contrário eles ultrapassam a lente e alcançam o tecido da retina, podendo causar as lesões mencionadas.

Como escolher

Mas o que qualifica os óculos como “adequados” na hora da compra? Em 2015, o Brasil avançou neste quesito, criando uma certificação para o acessório, que por enquanto ainda é voluntária. Para receber o certificado, os óculos devem atender aos requisitos da Associação Brasileira de Normas Técnicas.
A ABNT exige, evidentemente, que o acessório possua lentes que filtrem os raios ultravioletas. Mas não só isso: proteção com duração de, no mínimo, 50 horas; lente com bom desempenho no espalhamento da luz (sem comprometer a nitidez) também se encontram na lista de exigências da associação.
Vale ressaltar, entretanto, que mesmo os óculos de boa qualidade têm data validade e devem ser, esporadicamente, trocados. “Podemos dizer que os óculos vencem quando têm sua película muito arranhada, ou a lente muito danificada, ou ainda o filtro ultravioleta muito danificado”, explica Paulo Polisuk.
Foto/capa: Nathalia Leme

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here