A proposta de reajuste foi aprovada em sessão administrativa da Corte por 7 votos a 4.

O Supremo Tribunal Federal aprovou, por maioria dos votos, o reajuste de salário de ministros para 2019.

A proposta que será enviada para o Congresso Nacional reajusta em 16 por cento o salário dos ministros da Corte.

Se for aprovada, o salário dos ministros do STF passará dos atuais 33 mil e 700 reais para 39 mil reais.

A proposta de reajuste foi aprovada em sessão administrativa da Corte por 7 votos a 4.

Votaram a favor os ministros Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes.

Já a ministra Cármen Lúcia e os ministros Edson Fachin, Rosa Weber e Celso de Mello foram contrários ao aumento.

Lembrando que, caso o reajuste de 16% no salário dos ministros do STF seja aprovado no Orçamento da União para 2019, ele poderá impactar nos salários de todo o funcionalismo, já que o que ganham os ministros é o teto para os pagamentos no serviço público.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here