​12/05/17 – ÔNIBUS QUE ERA UTILIZADO NO PROJETO "BIBLIOTECA ITINERANTE" SERÁ SUCATEADO E NÃO DEVE VOLTAS ÀS RUAS DE ARARAS/SP

O projeto Biblioteca Itinerante não deve voltar a circular pelas ruas de Araras. Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação, responsável pelo projeto, o ônibus utilizado para abrigar o acervo de livros teve que ser recolhido ao pátio do DTM (Departamento de Transportes do Município) por não estar mais em condições de transitar pela cidade.

“Quando assumimos o projeto em nossa gestão, o ônibus apresentava vários problemas mecânicos e já havia se envolvido em um acidente de trânsito no final do ano de 2016 devido a problemas nos freios. Para evitar que outras ocasiões como estas possam acontecer novamente, optamos por recolher este veículo que inclusive sua situação é de sucateamento”, explica a secretária de Educação, Mariana Mani Moura.

Questionada sobre o destino dos livros, a secretária afirmou que o material será utilizado em oficinas de leitura realizadas nas escolas da rede municipal. “O acervo foi encaminhado para as unidades da rede que desenvolvem projetos de leituras com os alunos. Inclusive algumas oficinas estavam paradas e agora com este material poderão voltar às atividades”, ressalta a gestora.

Idealizada pelo ex-vereador Valdevir Carlos Anadão – Professor Dê (PT), na gestão 2013 – 2016, a Biblioteca Itinerante teve início em outubro de 2015. O projeto funcionava em ônibus adaptado, doado pelo TCA (Serviço Municipal de Transporte Coletivo de Araras), e contava com um acervo de mais de 1,4 mil livros comprados pela Secretaria Municipal de Educação naquele ano, ou doados pelas fundações Educare e Itaú, além de munícipes. A ação oferecia oficinas de leitura e contações de histórias na Praça Barão, em frente à Basílica de Nossa Senhora do Patrocínio, e  também em outras regiões da cidade.

Procurado pela redação do Opinião, o ex-vereador Professor Dê, comentou a decisão da Secretaria. “O não retorno da Biblioteca Itinerante às ruas será um grande retrocesso para a nossa cidade. O ônibus poderia ser reformado ou até, pela importância do projeto, ser adquirido um veículo novo. Todos os ararenses precisam de incentivo para leitura e infelizmente me parece que não será prioridade no município nesse governo”, disse. “Nesse momento manifesto minha preocupação com a continuidade de um projeto que estava sendo motivo de orgulho para a nossa cidade. Espero que a Secretaria de Educação reveja sua posição e coloque a Biblioteca Itinerante em ação novamente”, concluiu o ex-vereador.

Fonte: César Foguel – Jornal Opinião

*COMPARTILHE ESTA INFORMAÇÃO E CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK PARA FICAR POR DENTRO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE ARARAS E REGIÃO ALÉM DE CONTEÚDOS EXCLUSIVOS.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT