2ª Companhia do 5° Batalhão de Polícia Militar Ambiental inicia Operação “Huracan II” contra queimadas que acontece em todo Estado de SP

Ações começam nesta segunda-feira (21) e seguem até quarta (23); campanha de educação ambiental continua nas redes sociais.

A Polícia Militar Ambiental e o Ministério Público de São Paulo (MPSP), por meio do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema), realizarão em todo o Estado a fase dois da Operação “Huracan II”, nos dias 21, 22 e 23 de junho.


Com o contingente de 1,2 mil policiais militares, promotores de Justiça e técnicos do Gaema, além do emprego de 430 viaturas e drones, a operação terá por objetivo reforçar a prevenção de queimadas e/ou incêndios florestais, buscando a minimização dos impactos ao meio ambiente e na saúde pública.

“Nesta ocasião, na área do 1°, 2° e 3° Pel/PAmb, após preleção e revista ao efetivo empregado nas respectivas sedes, nas cidades de Rio Claro, Pirassununga e São João da Boa Vista, com 08 (oito) viaturas terrestres e 18 (doze) policiais, foi desencadeada a segunda etapa da Operação Huracan, mais uma vez em parceria com o Ministério Público SP, sendo que nesta, as ações serão concentradas na refiscalização dos alvos da “Operação Huracan I”, a fim de verificar a manutenção ou adequação à legislação vigente das áreas irregulares, também serão os proprietários rurais orientados quanto às medidas de prevenção, a exemplo da manutenção dos aceiros nas plantações de cana-de-açúcar”, disse capitão Ilgges – comandante da da 2ª Companhia do 5° Batalhão de Polícia Militar Ambiental, situada em Rio Claro (SP).



Margens de rodovias, ferrovias, zonas de amortecimento de Unidades de Conservação (UC) e outros pontos de vulnerabilidade para incêndios serão alvo do Ministério Público e da Polícia Ambiental. Haverá continuidade nas ações de educação ambiental nas redes sociais como forma de conscientização de toda a população.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT