Abdominoplastia x lipoaspiração: qual a diferença?

A melhor forma de entender a diferença entre essas duas cirurgias é através da explicação de cada uma separadamente.

É natural que muitos confundam a abdominoplastia com a lipoaspiração, já que, ambos os procedimentos estéticos são voltados para a mesma área do corpo e um dos principais efeitos é a retirada de gordura localizada do abdômen e cintura, em busca de uma melhoria da aparência.

Mas, as semelhanças terminam aí, pois, um método é bem diferente de outro, desde o procedimento cirúrgico até o pós operatório, quando os pacientes devem repousar.

Então, chegou o momento de entender qual a diferença entre essas duas cirurgias que, apesar de parecidas, são bem diferentes entre si.

Como funciona a lipoaspiração

A melhor forma de entender a diferença entre essas duas cirurgias é através da explicação de cada uma separadamente, para que as pessoas entendam qual o procedimento e a fase final de cada processo.

Na lipoaspiração, a cirurgia plástica mais buscada por mulheres, o médico retira acúmulos de gordura localizada para buscar um melhor contorno do corpo, delineando as curvas e melhorando a estética.

Então, quem procura esse procedimento estético, encontra a melhor maneira de reduzir as medidas das vestimentas, visto que a cintura diminui exponencialmente dependendo da quantidade que será extraída.

Por isso, a lipoaspiração é indicada para quem procura eliminar o acúmulo de gorduras, seja no corpo, seja na barriga, flancos, coxas, braços e costas.

Mas, esse procedimento deve ser feito por um profissional de qualidade que avaliará a elasticidade da pele de um paciente para entender se ela está adequada para ser retraída depois que a gordura tiver sido retirada.

Na mesa de cirurgia

Durante a cirurgia plástica de lipoaspiração, a gordura do paciente é sugada por cânulas ligadas a uma bomba de vácuo e, para que isso seja feito, a pessoa precisa ser anestesiada de maneira local e até mesmo peridural, caso o procedimento seja mais complexo.

Pós operatório da lipoaspiração

Basicamente, o pós operatório deste tipo de cirurgia é o repouso semanal que, dependerá muito da área invadida.

Após dez dias, geralmente, a pessoa já consegue retornar para sua rotina normal com o uso de uma malha de compressão e, depois de seis meses, o processo termina, deixando algumas cicatrizes pequenas que vão se tornando imperceptíveis durante os anos seguintes.

Como funciona a abdominoplastia

Diferentemente da lipoaspiração, a abdominoplastia, que é mais conhecida como cirurgia plástica da barriga, tem como finalidade principal a remoção da pele sobressalente, eliminando por completo a flacidez do abdômen.

O processo faz a correção da barriga, restaurando os músculos presentes nessa região do corpo, melhorando o contorno do abdômen como um todo.

Então, a principal diferença entre os dois métodos cirúrgicos é que a lipoaspiração remove somente a gordura corporal, enquanto este faz isso e ainda ajusta os músculos.

Esse procedimento é indicado para quem perdeu peso rapidamente e ficou com a pele sobrando, afinal, o corpo ainda não estava preparado para uma mudança brusca de volume que pode ter ocorrido em uma lipoaspiração, por exemplo.

Além disso, é recomendada para gestantes que ficam com a pele esticada durante o processo de gravidez.

Na mesa de cirurgia

Durante o procedimento de abdominoplastia, o paciente recebe uma incisão inferior no abdômen, de onde será retirada toda a gordura e tecidos.

Diferentemente da anterior, nessa cirurgia plástica, o paciente recebe anestesia peridural e sedação total, com subsequente internação de um dia inteiro.

Pós operatório da abdominoplastia

Nos primeiros dias depois da cirurgia, é recomendado o repouso intenso, sobretudo na primeira quinzena e, o paciente precisa utilizar uma malha de compressão durante os dois meses subsequentes para auxiliar na limitação do inchaço e acelerar o prazo de recuperação.

Esse inchaço citado é comum e só é eliminado depois de seis meses da cirurgia, visto que esse método é mais invasivo que a lipoaspiração.

Por fim, é importante fazer reeducação alimentar após a recuperação, aumentando a frequência das práticas de exercícios para a manutenção das melhorias obtidas com a cirurgia.

Procedimentos cirúrgicos combinados

Apesar das diferenças, é possível combinar esses dois procedimentos cirúrgicos, sendo que existe até um nome para isso que é lipoabdominoplastia.

Por meio dessa união, as pessoas podem diminuir a camada de gordura e já sair da mesa da cirurgia sem as peles sobressalentes, trazendo as vantagens das duas cirurgias em um procedimento único.

Continue pesquisando sobre esse e outros assuntos aqui mesmo em nosso site!

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP