Acia faz recomendações importantes com a volta do horário normal de funcionamento do comércio em Araras, SP

A ACIA sugere que seja adotado o horário até as 18 horas, conforme vigorava antes da pandemia da Covid-19.

O Governo anunciou na sexta-feira (9), durante coletiva, que 76% do estado avançou para a fase verde, com condições de menores restrições, incluindo a região de Piracicaba (SP), da qual a cidade de Araras (SP) faz parte.

Com essa maior flexibilização, a partir deste sábado (10), o comércio volta ao seu horário normal de funcionamento, podendo trabalhar até 12 horas diárias. De acordo com a lei municipal, o comércio pode funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19 horas e aos sábados, das 8 às 18 horas, mas é necessário respeitar a legislação trabalhista e a convenção coletiva de trabalho.

A ACIA sugere que seja adotado o horário até as 18 horas, conforme vigorava antes da pandemia da Covid-19, pois para definir um horário maior de abertura, há necessidade de um planejamento antecipado para divulgação junto aos consumidores e as forças de segurança da cidade.

Veja como ficou o horário de funcionamento do comércio para os próximos dias: De segunda a sexta-feira, até as 18 horas; Sábado especial, dia 10 de outubro, até as 18 horas.

clique na imagem e saiba mais

O que pode na fase verde

Nas regiões que avançaram para a fase verde, o atendimento local pode ser feito por até 12 horas diárias, com máximo de 60% da capacidade para todos os setores liberados.

Para bares, restaurantes e demais estabelecimentos com consumo local de alimentos e bebidas, o atendimento presencial é permitido entre 6h e 22h, desde que respeitados os limites de dez horas de expediente na fase amarela e 12 horas na fase verde. Em ambas, os estabelecimentos com funcionamento noturno deverão fechar as portas às 22h, mas podem autorizar a permanência de clientes que já estão no local até as 23h.

Atividades que gerem aglomeração, tais como festas, baladas, presença de torcedores em eventos esportivos e grandes shows com público em pé continuam proibidas em todos os 645 municípios de São Paulo.

Vale destacar que cada setor específico deve adotar os protocolos recomendados para cada fase. O uso de máscara, o distanciamento social, a higienização constante pessoal, dos equipamentos e do ambiente de trabalho, assim como o uso de álcool em gel devem ser mantidos e continuam sendo as melhores práticas de prevenção ao coronavírus.

As informações das atualizações do Plano São Paulo podem ser acessadas no site
www.saopaulo.sp.gov.br/planosp