Ações brasileiras ou estrangeiras? Escolha onde investir agora!

25/07/2019 REUTERS/Amanda Perobelli

Com o mesmo valor que você investiria na Vale, você também pode investir no BDR da Amazon, por exemplo.

A globalização chegou de vez no mercado brasileiro. Assim como é possível assistir aos jogos olímpicos de Tóquio em tempo real — se você resistir ao sono –, ou comprar um produto da China e receber em casa, agora você também pode investir em índices das bolsas do Japão, da Australia e da França com um clique.

É só comprar um BDR de ETF na bolsa, como se fosse uma ação, por menos de R$ 50. Com o mesmo valor que você investiria na Vale, você também pode investir no BDR da Amazon, por exemplo. Ou num ETF que espelha o rendimento de dez big techs americanas, como Facebook, Apple, Tesla e outras.

Com esses novos instrumentos, o leque do investidor hoje não se restringe mais ao Brasil. Mas o que vale mais a pena hoje? Ações de gigantes americanas, por exemplo, ou as empresas brasileiras atreladas às commoditeis, como Petrobras?

Fabiano Godoi, sócio e diretor de investimentos da Kairós, gestora de fundos multimercados focada em mercados globais, e Fernando Fanchin, sócio e gestor de portifólio da Mos Capital, que tem seu principal fundo focado em ações brasileiras, discutem o assunto no Grande Debate – Investimentos. Assista abaixo:

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT