Admiradores de criminosos tentam evitar prisão de ladrões de residência em Jundiaí, SP

Pelo menos seis viaturas com dois militares cada foram empregadas para conter os populares admiradores de criminosos.

Policiais militares do 49º Batalhão prenderem em Jundiaí (SP) dois criminosos envolvidos em um furto em residência na Vila Graff. Outros três comparsas conseguiram fugir com ajuda de populares no Morada das Vinhas, bairro onde a dupla foi detida.

Pelo menos seis viaturas com dois militares cada foram empregadas para conter os populares admiradores de criminosos. Eles já haviam possibilitado a fuga do trio e tentaram evitar que os outros dois ladrões fossem presos.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com a PM, diversos objetos foram furtados do imóvel, entre eles, um televisor, um aparelho celular, um tablet e dois consoles de vídeo game. Todos os objetos foram colocados no veículo de um dos ladrões, um Gol, que estava com a documentação atrasada desde 2010 e também foi apreendido.

Já a quadrilha foi encontrada durante patrulhamento de rotina pelo Morada das Vinhas. Os cinco homens estavam no carro e seu condutor recebeu ordem para que parasse, resolvendo fugir acelerando o automóvel. Na rua Uva Itália, o Gol foi interceptado e três dos ocupantes desceram. Apesar da alta velocidade do carro, colocando em risco os próprios moradores, incluindo crianças que brincavam na rua, alguns deles resolveram ajudar os fugitivos, aglomerando-se para dificultar a ação da PM.

Dois deles, no entanto, foram rapidamente pegos, sob ofensas dos mesmos populares aos policiais. Os militares teriam dificuldade de prender os dois ladrões caso apoio de outros PMs não fosse pedido.

No carro, em revista, diversos objetos foram encontrados. Indagados, os detidos confessaram envolvimento no furto, dizendo que o material havia sido subtraído de uma residência na Vila Graff.

Os PMs conseguiram contato com o morador que teve a casa invadida. Ele reconheceu os objetos e parabenizou os responsáveis pela ação que prendeu a dupla. Já os detidos foram apresentados à Polícia Civil e autuados em flagrante por furto qualificado. O crime é inafiançável.