Adolescente acaba apreendido pela PM após bater moto roubada contra parede de residência

Rapaz de 17 anos confessou o assalto nesta segunda-feira (12).

Um adolescente de 17 anos foi apreendido em flagrante na tarde desta segunda-feira (12) por envolvimento em um roubo a residência no Jardim Santa Clara, em Presidente Prudente (SP).

De acordo com as informações do Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil, o jovem confessou participação no caso. A apreensão ocorreu depois que policiais militares depararam-se com dois ocupantes de uma motocicleta sem placa no Jardim Humberto Salvador.

Os policiais deram sinal de parada aos ocupantes da moto, mas não foram obedecidos e, então, começaram a segui-los. No Residencial Moacir Trentim, o passageiro da moto desceu do veículo e correu para o interior de uma mata.

Quando passava pelo Parque Alexandrina, o adolescente, que conduzia a moto, bateu contra uma parede e caiu no chão, o que fez com que acabasse abordado de imediato pelos policiais. Os militares descobriram, então, que a moto havia sido roubada momentos antes de uma residência no Jardim Santa Clara.

Com a ajuda do Helicóptero Águia, a Polícia Militar conseguiu localizar e abordar o passageiro que havia tentado fugir entrando em uma mata. Nada de ilegal foi encontrado com os dois abordados.

No entanto, segundo o Boletim de Ocorrência, o adolescente logo confessou aos militares a autoria do roubo e ainda disse que tinha agido sozinho. Ele também falou que tinha jogado no Parque Nelson Bugalho, no Parque São Matheus, os objetos que havia roubado da residência, mas uma varredura policial feita no local não encontrou nada.

O passageiro disse que somente estava dando “umas voltas” de moto e que não teria nenhuma relação com o roubo. Como havia se envolvido no acidente com a moto no Parque Alexandrina, o adolescente chegou a ser socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Guanabara, onde foi medicado e depois liberado.

Na delegacia, o adolescente confessou à Polícia Civil, na presença de sua mãe, que havia cometido o ato infracional de roubo sozinho e que teria jogado os objetos retirados da casa.

Vítima adolescente

Segundo o Boletim de Ocorrência, a vítima do assalto foi uma adolescente, de 14 anos. Ela foi ouvida pela Polícia Civil e relatou que estava em casa e após ver o adolescente tocar a campainha, como não o conhecia, não atendeu ao chamado.

Ainda segundo a vítima, que se trancou no quarto durante o roubo, o rapaz pulou o muro e entrou na casa. Quando saiu do quarto, a garota deparou-se com o assaltante, que lhe disse para ficar quieta, pois se tratava de um roubo.

Depois de pegar diversos objetos do imóvel, o adolescente apoderou-se da moto que estava na garagem da casa e fugiu do local. Entre os itens roubados, estavam duas mochilas, um notebook e R$ 200 em dinheiro.

Apreensão

Com base nos depoimentos da vítima e dos policiais militares, bem como na própria confissão, a Polícia Civil ratificou a apreensão do adolescente, que permaneceu na delegacia no aguardo de decisão da Justiça sobre o caso, após manifestação do Ministério Público e da Defensoria Pública.

O outro abordado acabou liberado pela Polícia Civil, já que não ficou evidenciada a participação dele no assalto. No entanto, se durante as investigações sobre o caso for constatado o envolvimento dele no crime, ele poderá acabar indiciado. A motocicleta que havia sido roubada acabou devolvida ao pai da adolescente vítima.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT