Adolescente ganha prêmio internacional por contar histórias em escolas públicas

Lara Viola Cezar, de 14 anos, ganhou concurso de inteligência socioemocional e liderança.

Uma adolescente de apenas 14 anos, moradora de Jundiaí (SP), se destacou ao vencer um concurso internacional de inteligência socioemocional e liderança para estudantes do mundo todo. Lara Viola Cezar venceu a categoria de voto popular no concurso “Leader in Me International Student Speech Contest 2021” com um projeto desenvolvido em 2018 para contar histórias de crianças matriculadas em escolas públicas.

O concurso visa promover a liderança e a pro-atividade dos alunos na divulgação de projetos sociais e comunitários criado por eles. O aluno vencedor obtém um apoio financeiro para desenvolver e expandir o seu trabalho. “Tive que confirmar com o meu professor umas três vezes para ter certeza, eu não estava acreditando que realmente a gente tinha conseguido”, conta.

Para participar, Lara precisou gravar um vídeo que mostra um pouco do que faz e que passou por uma pré-seleção, competindo com jovens do mundo todo. Sua produção ficou entre os melhores e foi selecionada para a fase final, aberta para o voto popular no mês de junho. A quantidade de votos recebidos não foi divulgada.

O professor de Lara, Gabriel Zanni, e sua mãe, Joice Daniele Viola Cezar, resumem o sentimento de vitória em uma palavra: orgulho. A vencedora está no 9º ano do ensino fundamental e já possui o objetivo nobre de contar histórias para crianças de uma maneira envolvente, inspirando e ajudando quem quiser ouvi-las.

Gabriel, que é professor de Lara nas matérias de história e inteligência socioemocional, onde os alunos aprendem sobre áreas dentro da parte emocional e social, diz que o projeto foi apresentado para todos os alunos da classe, mas que a jovem foi quem realmente abraçou a ideia. “Aproveitou toda a experiência que ela já tinha na matéria, apropriou para inteligência socioemocional, gravou o vídeo e editou”, conta.

Em um post nas redes sociais, a escola onde Lara estuda publicou o momento em que ela recebeu o certificado de sua vitória. “Nossa querida aluna Lara Viola, vencedora do Concurso Internacional “Speech Contest 2021”, com sua iniciativa de propagar a leitura e o autoconhecimento às crianças. Parabéns Lara! Parabéns Professores de Inteligência Socioemocional! Com inteligência e afeto alçamos altos níveis de consciência e conhecimento. Isso é ensinar o caminho”, escreveram.

Segundo a mãe de Lara, a paixão pelos livros sempre foi algo presente na vida da filha — Foto: Arquivo pessoal

Canal no Youtube e visita às escolas

Quando tinha apenas 10 anos, Lara criou um canal no Youtube com o objetivo de ler seus livros favoritos. Segundo sua mãe, a ideia partiu da própria filha. “Ela sempre foi de teatro, fazia vídeos em casa e como gostava muito de ler, conversou comigo e com o meu marido e começou a fazer vídeos com indicações de livros”, conta.

Mas foi a partir de um convite para contar a história de um livro em uma escola da cidade que a paixão pela área surgiu. Desde então, o projeto cresceu e Lara passou a levar as histórias para outras crianças de escolas públicas e, com isso, a ideia de seu canal também mudou. Agora, a jovem compartilha vídeos em formato de “diários”, mostrando sua rotina durante as suas visitas.

Por conta da pandemia, as visitas estão pausadas e sem previsão de retorno. Enquanto elas aconteciam, Joice, que também já foi professora de educação infantil, conta que a filha se dedicava e levava a sério cada apresentação. “Ela ensaia, prepara todas as apresentações de forma detalhada. As professoras comentam muito isso, as crianças ficam tão envolvidas que não precisa nem pedir silêncio. O envolvimento é outro, é muito legal de se ver”, comenta.

Para o seu professor e orientador, as conquistas são reflexos de seus esforços em todas as esferas. “Na sala de aula ela é muito esforçada e participativa. Muito dedicada, muito esforçada e muito inteligente também. Todos os professores gostam, participa bem”, elogia.

Escola onde Lara estuda publicou momento em que jovem recebeu o certificado — Foto: Arquivo pessoal

Planos futuros

Com a premiação financeira do concurso, que ainda não teve o valor divulgado, Lara quer investir em cursos de contação de história para melhorar ainda mais o seu trabalho voluntário. Sua mãe conta que, se possível, a filha tentará vencer o concurso no próximo ano.

“Mas, dessa vez, ela gostaria de fazer um vídeo diferente. Não registrando o trabalho dela, mas como uma forma de pesquisa mesmo. Ela quer tentar fazer um levantamento de como é o acesso das crianças aos livros, às bibliotecas, e fazer um levantamento para trazer como informação”, finaliza.

*Sob supervisão de Paola Patriarca

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT