Aliados comemoram absolvição e novo fôlego ao governo Temer

No entanto, o grupo também admite que as críticas da opinião pública, a investigação no STF e a expectativa de denúncia do Ministério Público ainda compõem um cenário de crise.

Tanto que o PSDB, principal partidoda base do governo, se reúne na segunda-feira para definir se mantém ou não o apoio. As bancadas no Senado e na Câmara estão muito divididas: os mais novos defendem o desembarque, acreditam que Temer não tem mais chance de tocar a agenda de reformas no Congresso. Já os mais tradicionais pedem serenidade: defendem que é preciso conduzir a transição pra 2018 com equilíbrio.

Fonte: CBN

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT