Aluna de medicina da UFSCar cria site para divulgar oportunidades de trabalho para médicos

Com apenas dois meses no ar, o portal ‘Radar Plantão’ já recebeu 1.457 visitas e ajudou a promover 233 profissionais disponíveis para plantão.

Uma aluna do curso de medicina da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) criou um site especializado na divulgação de oportunidades de trabalho para os profissionais da área médica.

O portal online, que recebe o nome de Radar Plantão, está disponível aos usuários desde o dia 1º de junho e, desde então, já recebeu 1.457 visitas de 883 pessoas de todo o Brasil. Além disso, o site também foi responsável pela divulgação de 233 profissionais disponíveis para cumprir escala de plantão.

A estudante que idealizou o projeto, Raquel Loureiro, está no 4º ano de medicina e teve a iniciativa a partir das dificuldades identificadas durante estágios e programas de vivência prática da profissão.

Objetivos do Radar Plantão

O site Radar Plantão conta, até o momento, com 63 empresas e 30 médicos de várias regiões do país cadastrados. Assim, o objetivo do portal é dar visibilidade a esses profissionais, que podem inscrever seus currículos de forma gratuita, a fim de que eles possam encontrar uma vaga para emprego permanente ou para plantão que melhor se encaixe em seus perfis. “O mercado de trabalho da área funciona de maneira desestruturada, sem padronização e com centralização das oportunidades de trabalho. As escalas de plantão são desorganizadas e cheias de falhas nas diferentes unidades, além de ser um mercado restritivo, com muitas oportunidades de trabalho fechadas a grupos específicos de profissionais ou empresas”, explicou a estudante.

Raquel também acredita que essa desorganização nas unidades de saúde, principalmente em relação às escalas de plantão, pode resultar em uma seleção inadequada dos profissionais. “A disputa para alocar profissionais nos ‘furos’ das escalas médicas resulta no fato de que nem sempre o profissional certo está na vaga certa”, afirmou a aluna.

Dessa forma, o projeto busca unir médicos e empresas contratantes de forma gratuita, fácil e democrática. “Ao tornar a comunicação entre esses dois agentes mais transparente, acessível e ágil, aumentaremos a compatibilidade entre a qualificação específica dos profissionais e o perfil de cada vaga, oferecendo uma assistência em saúde mais efetiva e de maior qualidade à sociedade”, explicou Raquel.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT