Alunos de Etec criam aplicativo de estudos para vestibulandos

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


App Preparados oferece plataforma para que vestibulando planeje os conteúdos que precisa estudar e tenha acesso a materiais diversos.

Estudantes dos cursos técnicos de Informática, Logística e Mecatrônica integrados ao Ensino Médio da Escola Técnica Estadual (Etec) Basilides de Godoy, da Capital, desenvolveram uma forma de ajudar vestibulandos nos estudos. É o aplicativo Preparados, elaborado durante o projeto The Schools Challenge. O trabalho venceu o demoday, realizado na sede do Centro Paula Souza (CPS), em junho.

A ideia do aplicativo surgiu a partir do desafio de criar um app que tivesse como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’s) da Organização das Nações Unidas (ONU). Os alunos da Etec selecionaram três deles: Educação de qualidade; Redução das Desigualdades e Paz; e Igualdade e Justiça. Com esses ideais em mente, o grupo passou a se reunir uma vez por semana para esboçar um projeto que empregasse esses princípios e tivesse usabilidade prática. No começo, segundo os participantes, eles não se conheciam e estavam um pouco “tímidos”, mas, com o tempo, se entrosaram. Uma das propostas do desafio era juntar jovens de salas e cursos diferentes para enriquecer os trabalhos.

O aplicativo atende a uma necessidade dos próprios estudantes, que estão vivendo o momento de preparação para o vestibular e procuram constantemente conteúdo de qualidade, transmitido de maneira clara, que facilite os estudos para os processos seletivos. Durante a elaboração do projeto, os alunos da Etec receberam a orientação de professores e de mentores da JP Morgan, uma das empresas organizadoras da iniciativa. Na avaliação dos jovens, a troca entre eles e os profissionais da área foi muito interessante.

Como funciona

O principal público-alvo do Preparados são vestibulandos de escolas públicas, com idade entre 14 e 19 anos. Ao acessar o aplicativo, o usuário informa alguns dados pessoais, horários disponíveis para estudo e realiza um teste de aptidão. Com isso, o sistema estabelece quais assuntos necessitam de maior atenção e cria um cronograma personalizado, além de oferecer conteúdo para estudo gratuito.

O aplicativo também tem uma opção premium, que possibilita acesso a um fórum de discussão, à evolução do usuário no app e a possibilidade de refazer o teste de aptidão quando quiser. Usuários da versão gratuita podem fazer o teste a cada dois meses. A plataforma conta ainda com vários métodos de estudo, como mapas mentais e videos.

Por enquanto, o app está em fase de protótipo. A partir de agosto, os alunos retomam a participação no programa de mentoria do The Schools Challenge para continuar desenvolvendo o projeto. O lançamento da versão beta do aplicativo está previsto para janeiro de 2020.

Siga Beto Ribeiro Repórter e FATOS POLICIAIS no facebook, e fique por dentro de todas as novidades!