Veículo foi chamado para atender uma gestante, mas não conseguiu sair do local. Secretaria da Saúde informou que vai investigar o caso.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) quebrou na tarde desta segunda-feira (11) durante um atendimento e precisou ser empurrada por funcionários de um estabelecimento comercial, em Bauru (SP).

O veículo foi solicitado por uma gestante que estava passando mal em função do calor. Porém, quando o carro tentou sair, parou de funcionar.

A própria paciente gravou o vídeo que mostra os dois funcionários da loja ajudando a empurrar a ambulância do Samu.

A Secretaria de Saúde informou que está abrindo procedimento interno para avaliar o ocorrido na segunda-feira e que o atendimento do Samu ocorreu normalmente.

A Secretaria de Saúde também disse que o Samu Bauru possui nove ambulâncias que circulam diariamente, mas há outras ambulâncias de reserva. No total, o Samu tem 21 ambulâncias, sendo que algumas já possuem 10 anos de uso e a responsabilidade da substituição é do Ministério da Saúde.

O município também informou que renovou três veículos há três anos. As viaturas, por trabalharem 24h, podem apresentar problemas técnicos. A orientação é acionar o setor de manutenção do Samu para que a ambulância seja substituída.