ANS suspende a venda de 26 planos de saúde de 11 operadoras

A medida é resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento.

Mais 26 planos de saúde têm comercialização suspensa pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, a ANS.

A medida é resultado do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, realizado a cada três meses, e passa a valer a partir de segunda-feira, dia 10 de setembro.

As empresas foram punidas por não respeitaram prazos de atendimento e negaram coberturas, por exemplo.

clique na imagem e saiba mais

Os planos suspensos são de 11 operadoras de saúde e atendem, juntos, 75 mil e 500 beneficiários.

Esses clientes continuam a ter assistência garantida, mas as empresas ficam proibidas de fazer novos contratos até que comprovem a melhoria no atendimento.

De acordo com os dados da ANS, de abril a junho deste ano foram registradas 17 mil 171 reclamações de natureza assistencial nos canais de atendimento da agência.

Desse total, 93,2 por cento das reclamações foram resolvidas com a ajuda da ANS

As operadoras com planos suspensos a partir de segunda são: Salutar, SIM, Unimed Angra dos Reis, Federação das Unimed Norte-Nordeste, Ami, Pame, Samoc, Gamec, Ameno, Saúde Casseb e Coopus.

Importante destacar que, no período entre abril e junho, 11 operadoras tiveram avanços no atendimento e 20 planos que estavam suspensos podem voltar a ser comercializados a partir da semana que vem.

A lista completa dos planos suspensos e dos planos reativados pode ser consultada no site ans.gov.br.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.