Após atear fogo na companheira enquanto ela dormia, homem é preso pela GCM e Polícia Civil em Piracicaba, SP

PUBLICIDADE

Vítima sofreu ferimentos gravíssimos e foi internada em hospital de queimados, diz polícia.

A Polícia Civil e a Guarda Civil Municipal prenderam um procurado pela Justiça acusado de atear fogo na companheira enquanto ela dormia, na noite desta quarta-feira (8), em Piracicaba (SP). A mulher sofreu ferimentos gravíssimos durante o ataque, de acordo com a Polícia Civil.

Após tomar conhecimento sobre o crime, a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade iniciou as investigações e pediu a prisão temporária do homem, que tem 39 anos, e o mandado foi concedido pela Justiça.

Com apoio da 2ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), da Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic), foram realizadas buscas para localizar o acusado, que estava foragido.

PUBLICIDADE

Após monitoramento, policiais civis da 2ª Dise constataram que ele estava trafegando pela região do Jardim São Jorge e a equipe seguiu para um ponto estratégico do bairro, onde também estava uma equipe da Patrulha Rural da Guarda Civil Municipal, que durante o dia realizou buscas nas áreas rurais da cidade pelo procurado.

Depois de cerca de 30 minutos de buscas, a viatura da Patrulha Rural cruzou com o veículo do homem na contramão, na Avenida Antônio Mendes de Barros Filho. Os agentes fizeram retorno e passaram a perseguir o carro.

O acusado foi interceptado no cruzamento da via com a Avenida Conchas e foi detido pelos GCMs e a equipe da 2ª Dise. Ele foi levado à sede da delegacia especializada, onde permaneceu preso. Vítima sofreu ferimentos gravíssimos e foi internada em hospital de queimados, segundo a Polícia Civil.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP