Após audiência de custódia, quatro criminosos permanecem presos por furto e tráfico de drogas em Araras, SP

A audiência de custódia é um ato do Direito processual penal em que o acusado por um crime, preso em flagrante, tem direito a ser ouvido por um juiz.

Na tarde deste sábado (26), cinco indivíduos presos pela Polícia Militar de Araras (SP), foram levados para audiência de custódia na cidade de Limeira (SP), onde o juiz de plantão decidiu por não liberar os criminosos, situação bem diferente que acompanhamos essa semana. Veja abaixo.

A audiência de custódia é um ato do Direito processual penal em que o acusado por um crime, preso em flagrante, tem direito a ser ouvido por um juiz, de forma a que este avalie eventuais ilegalidades em sua prisão. 

Sobre os crimes

Na madrugada deste sábado (26), os policiais militares cabo Stephani e cabo De Carli, foram solicitados pelo COPOM para comparecerem na rua Nunes Machado, no Centro de Araras (SP), onde segundo solicitante, indivíduos estavam no interior da residência na pratica de furto.

“Feita vistoria no interior da residência, onde foram furtadas todas as torneiras e foi encontrado dois chuveiros no chão. Durante vistoria, escutamos barulho no telhado e ao verificarmos encontramos um indivíduo deitado sobre o telhado, que ao ver a guarnição pulou para o telhado da casa vizinha, onde as telhas de amianto quebraram e ele caiu. Ao vistoriar o interior do forro encontramos o outro indivíduo furtando os fios. Com eles foram encontradas duas facas, uma turquesa e uma mochila preta contendo quatro torneiras furtadas da residência”, informou o cabo Stephani.

Diante dos fatos, os dois criminosos receberam voz de prisão em flagrante, sendo apresentados no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após serem ouvidos pela autoridade presente permaneceram à disposição da Justiça. A ação contou com apoio dos policiais militares sargento José, cabo Wilson, cabo Antonieto e soldado Helson.

No início da noite de sexta-feira (25), logo após assumirem o serviço na sede da 2ª Companhia da Polícia Militar em Araras (SP), os policiais militares cabo Stephani e cabo De Carli foram solicitados através do COPOM para comparecerem no Jardim Bom Jesus, onde um mecânico havia surpreendido um indivíduo no interior de sua oficina.

“Nos deslocamos até o local do fato e em contato com solicitante, fomos informados que havia um indivíduo no interior de sua oficina, ele abriu o portão e autorizou nossa entrada. Entramos no local e localizamos o autor, sendo dado voz de prisão por tentativa de furto. Ele tinha desmontado um bebedouro e separado um disco de arado para levar. Sumiu do local um roda de liga leve e um bateria veicular”, informou o cabo Stephani.

O indivíduo recebeu voz de prisão em flagrante, foi apresentado no plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após ser ouvido pela autoridade presente, permaneceu preso. Esse criminoso, faz parte do grupo de quatro moradores em situação de rua, preso essa semana pela Guarda Civil Municipal, e, que foi liberado após audiência de custódia.

Na noite de sexta-feira (25), os policiais militares cabo Roberto e soldado Perissato, estavam em Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (ROCAM), pela Avenida Loreto, quando avistaram um Fiat/Uno sentido zona leste onde devido ao nervosismo do condutor resolveram pela abordagem.

Em busca pessoal ao condutor foi localizado um celular e dinheiro. Em busca veicular foi localizado vários pinos de cocaína, uma balança de precisão, uma faca e um rolo de plástico filme dentro de uma bolsa escolar preta. Indagado o condutor alegou que os objetos ilícitos são de sua propriedade.

“Logo após nos deslocamos até sua residência para localizar seus documentos pessoais e ao adentrar na residência notamos forte cheiro de maconha e ao abrir o guarda roupa encontramos cerca de R$ 9.000,00 em cédulas, um simulacro de arma de fogo e um tijolo de maconha, bem como uma faca e um rolo de plástico filme”, informou o cabo Roberto.

Diante da situação foi dado voz de prisão ao indivíduo sendo qualificado e levado ao pronto socorro e posteriormente apresentado no plantão policial onde a autoridade local ratificou a prisão por tráfico de drogas permanecendo o indiciado à disposição da Justiça. A ação contou com apoio dos policiais militares sargento José e soldado Helson.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP