Após denúncia, Polícia Militar Ambiental flagra 55 aves e um 24 filhotes de jabuti em cativeiro irregular em situação de maus-tratos em Araras, SP

Dessa forma, foram elaborados três Autos de Infração Ambiental no valor de R$ 261.200,00 por violação aos artigos 25, 26 e 29 da Resolução SIMA 05/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 29 e 32 da Lei Federal 9605/98.

Nesta terça-feira (8), os policiais militares ambientais cabo Mafra e cabo Silvério, realizaram atendimento de denúncia versando sobre aves nativas em cativeiro, e estiveram em uma residência no Parque Tiradentes, região leste do município de Araras (SP).

Pelo local, foi logrado êxito pela equipe, após minuciosa vistoria no imóvel, em constatar a existência de 55 aves nativas de espécies diversas tais como “coleiro papa-capim”, “sabiá”, “pássaro-preto”, etc, mantidas em cativeiro em condições precárias não condizentes com o chamado “bem estar animal”, sendo que destas, uma ave já estava em óbito, portanto, configurando cenário patente de maus-tratos.

Também durante a ação foi constatada a manutenção em cativeiro de 24 filhotes de “jabutis” em situação similar às supracitadas aves, e também a guarda continuadas de aves não pertencentes ao estado de São Paulo tal com o “galo da campina”.

Dessa forma, foram elaborados três Autos de Infração Ambiental no valor de R$ 261.200,00 por violação aos artigos 25, 26 e 29 da Resolução SIMA 05/21, sem prejuízo da apuração da responsabilidade penal nos termos do artigo 29 e 32 da Lei Federal 9605/98.

Ainda segundo o policiamento ambiental, foi procedida a apreensão e destinação dos referidos animais junto ao CRAS Pró-Arara representado pelo biólogo Fábio Luis Cassiano, o qual compareceu com sua equipe no local dos fatos para apoio.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP