Após denúncia, Polícia Militar Ambiental resgata aves da fauna silvestre mantidas em cativeiro em São Pedro, SP

PUBLICIDADE

Mediante este fato foi elaborado em desfavor da mesma um auto de infração ambiental de multa simples no valor de R$ 3.500.00 (três mil e quinhentos reais), por ter em cativeiro, conforme Par 3° inciso III do artigo 25 da Resolução SIMA 005/21.

Neste domingo (29), em decorrência do atendimento a demandas atinentes a fiscalização ambiental, os policiais militares cabo João e cabo De Mattos, estiveram em uma residência unifamiliar pelo Jardim Navarro, município de São Pedro (SP), em cumprimento a denúncia de maus-tratos a animais domésticos.

Pelo local, os policiais constataram a existência de dois pássaros silvestres da espécie papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), e outros cinco periquitão-maracanã (Psittacara leucophthalmus), todos mantidos em cativeiro irregular.

PUBLICIDADE

A parte denunciada não possuía nenhuma documentação que permitisse sua tutela em cativeiro, as aves não se encontravam em condições de maus-tratos, pois todas estavam abrigadas das intempéries, com alimentação e água a sua disposição, mediante este fato foi elaborado em desfavor da mesma um auto de infração ambiental de multa simples no valor de R$ 3.500.00 (três mil e quinhentos reais), por ter em cativeiro, conforme Par 3° inciso III do artigo 25 da Resolução SIMA 005/21.

Vale ressaltar que cabe ainda a apuração da responsabilidade penal com fulcro no Artigo 29, parágrafo 1º, inciso III da Lei Federal 9.605/98. A autuada foi orientada quanto a legislação ambiental vigente e aos procedimentos a serem adotados, bem como nos termos do artigo 5° do Dec. Estadual nº 64456, de 10SET19, sendo a autuada intimada a comparecer ao Atendimento Ambiental pela cidade de Rio Claro/SP.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP