Após incêndio em residência, Polícia Militar localiza drogas no local em Limeira, SP

Adolescente de 18 anos é investigada por incêndio criminoso, enquanto ajudante de tapeceiro de 24 anos foi preso por tráfico de drogas.

Uma ajudante de fábrica de bijuteria de 18 anos foi indiciada por incêndio criminoso e um ajudante de tapeceiro de 24 anos preso por tráfico de drogas após uma casa ser incendiada, na tarde desta quinta-feira (21), em Limeira (SP).

O caso ocorreu por volta das 14h40, na Rua Álvaro Tank, no bairro Cecap 1. De acordo com a Polícia Militar, não houve feridos.

Após os bombeiros controlarem o fogo e liberarem o local, ao verificar os danos causados no imóvel, a Polícia Militar encontrou sobre um armário uma porção de maconha, facas com resquício da droga, uma balança de precisão e material de embalo.

A PM também apreendeu substâncias que seriam ácido bórico e éter, além de mais duas balanças e 300 embalagens vazias, além de 1.076 adesivos que, de acordo com a corporação são utilizados para identificar a origem do entorpecente.

Também conforme os policiais, inicialmente o ajudante afirmou que as drogas eram suas, depois afirmou que eram da adolescente, e recebeu voz de prisão.

Durante a apresentação do rapaz na delegacia, a ajudante compareceu ao local, confirmou que causou o incêndio no local, mas caiu em contradição em relação aos entorpecentes. Ela foi indiciada por incêndio criminoso e liberada. Já o ajudante ficou preso por tráfico de drogas.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP