Após tortura, governo federal dispensa diretor-executivo e chefe de inteligência da PRF

PUBLICIDADE

Exoneração de Jean Coelho e Allan da Mota Rebello foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira, 31.

O Diretor-Executivo da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Jean Coelho, e o Diretor de Inteligência da Corporação, Allan da Mota Rebello, foram exonerados de suas funções nesta terça-feira, 31. A dispensa dos dois foi publicada no Diário Oficial da União e se deu através de uma portaria assinada pelo ministro da Casa CivilCiro Nogueira.

PUBLICIDADE

A exoneração dos diretores acontece uma semana após a morte de Genivaldo de Jesus Santos, 38, se tornar um dos principais assuntos da semana. O homem foi amarrado e colocado no porta-malas de uma viatura da PRF, que foi transformada em uma “câmara de gás”. Genivaldo morreu e diversas imagens da abordagem foram publicadas nas redes sociais, causando comoção e protestos contra a violência da PRF.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP