Aposentado de 73 anos é velado com música, telão com fotos e cerveja no interior de SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Velório foi pedido de Valdecir Aparecido da Silva que morreu de infarto no sábado (5). Ele já tinha juntado dinheiro para cobrir as despesas e deixou 300 latinhas pagas.

Por Geovana Alves*, G1 São Carlos e Araraquara

Para que ninguém ficasse triste durante sua despedida, o aposentado Valdecir Aparecido da Silva, de 73 anos, pediu ao filho Alexandre da Silva, de 44 anos, que em seu velório tivesse música, telão com fotos e cerveja.

No sábado (5), após o aposentado morrer vítima de um infarto em Porto Ferreira (SP), o filho confidente comunicou aos irmãos Eliane da Silva e Vaner da Silva sobre os desejos do pai e juntos decidiram cumpri-los e organizaram o adeus da forma como ele queria.

“Ele sempre comentou comigo que quando ele partisse era para ser um momento alegre. Para isso, ele fez três pedidos: o primeiro era que tocasse os discos durante o velório, o segundo, que fizesse fotos das famílias, dos netos e do casamento para recordar os bons momentos da passagem dele. Por fim, ele queria que tivesse bala, doce e refrigerante para as crianças e cerveja para os adultos”, contou Alexandre.

Em vida, Valdecir juntou R$ 1.500 para custear o velório, também deixou 300 latas de cerveja pagas.

Os familiares foram avisados para não estranharem o velório diferente, mas Alexandre da Silva conta que ninguém acreditou e o receio tomou conta da despedida quando viram a caixa térmica com cerveja.

“Foi estranho até que o primeiro abriu uma lata, aí o clima ficou descontraído, mas sem excessos. Na nossa despedida foi o momento mais alegre, porque fizemos um brinde, foi uma coisa diferente”.

Valdecir Aparecido da Silva era conhecido em Porto Ferreira por seu carro de boi. — Foto: Arquivo pessoal

Compreensão

Pessoas que participavam de outro velório participaram do momento e se solidarizaram com a família que também tive o apoio de pessoas que viram um vídeo nas redes sociais, onde um vídeo repercutiu.

“Conheci o Sr. Valdecir mais ou menos uns 30 anos ou mais, gente honesto trabalhador inteligentíssimo boa índole sempre alegre ser humano pra frente até doente estava feliz foi justo sim velório foi a cara dele “não quero choro só quero boas lembranças de mim” e assim foi feito do jeito dele deve estar muito feliz vai em paz meu amigo”, comentou Josué Leme dos Santos.

Outro comentário elogiou a atitude dos filhos de respeitar a vontade do pai. “Parabéns pela atitude da família em fazer a última vontade do falecido. Com certeza foi uma grande prova de amor. Quantos filhos passam anos sem fazer uma visita ao seus pais. Depois no dia do velório vão lá se derreter de tanto chorar. Tem que demonstrar amor enquanto tá vivo. Com certeza isso esses filhos fizeram”, disse Beatriz S Lamellas.

Inventor

Valdecir Aparecido da Silva mudou-se para Porto Ferreira em 1982 e era conhecido na cidade por causa das suas invenções. A mais conhecida delas era um carro de boi em que levava as crianças ao som de Roberto Carlos.