ARARAS É A 24ª CIDADE MAIS PACÍFICA DO BRASIL

Um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostra Araras na 24ª posição das cidades mais pacíficas de todo o Brasil. O dado consta no Atlas da Violência 2016, divulgado neste mês, e o órgão tem como base homicídios registrados em 2015 e divulgados pelo Ministério da Saúde – 59 mil assassinatos no total.

Em 2015 Araras registrou sete homicídios, mas o número saltou para 13 no ano seguinte. Porém, os casos de 2016 não entram no estudo atual e somente no próximo. Pelos dados do Ipea, 161 pessoas são assassinadas no Brasil e a maioria é negra: a cada 100, 71 é negra.

O Ipea explica que a meta do estudo é criar um mapa dos municípios com menor soma de homicídios e outra lista com soma maior. Foram listadas 30 cidades mais pacíficas e as 30 mais violentas. São Paulo lidera a primeira lista com 19 cidades com menos registros de homicídios, seguido pelo Estado de Minas Gerais com quatro cidades. Depois está Santa Catarina com três, Paraná uma, Rio de Janeiro uma, Rio Grande do Sul uma e o Pará com apenas uma cidade.

Na região Araras perde somente para Americana que está no terceiro lugar dentre todas pesquisadas em todo o Brasil, depois está Mogi Guaçu (12ª) e Limeira (18ª). Importante ressaltar que o estudo foi realizado somente em municípios com mais de 100 mil habitantes.

O mesmo levantamento aponta que até 2015 11 cidades concentraram metade dos homicídios em todo o Brasil e a maioria estão nas regiões Norte e Nordeste. Os habitantes desses locais representam 19,2% de toda a população brasileira e um outro dado aponta uma outra desigualdade: 10% dos municípios brasileiros (557 no total) concentram 76,5% do total de homicídios no País.

Ainda no mesmo estudo consta que a violência migrou das grandes cidades (regiões metropolitanas) para as cidades do interior, fenômeno mais presente nas regiões Norte e Nordeste e nos estados de Goiás e Minas Gerais. Por fim, a lista das 30 cidades tem a Bahia como líder, sendo nove na lista. As demais estão no Norte (quatro cidades), Centro-Oeste (quatro), duas no Sul e uma no Sudeste.

Fonte: Jornal Tribuna do Povo

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT