Arrecadação do governo sobe 1,28% em abril e registra o melhor desempenho para o mês em 5 anos

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Segundo a Receita Federal, o resultado foi positivo, principalmente, pelo crescimento das receitas com “royalties” do petróleo.

A arrecadação de impostos e contribuições federais ultrapassou R$ 139 bilhões em abril e resultou em um aumento real de 1,28%, na comparação com o mesmo mês de 2018, já descontada a inflação. Em relação à março deste ano, o salto foi de 25,84%. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (23) pela Receita Federal.

De acordo com dados da Receita Federal, este foi o melhor resultado para meses de abril desde 2014, quando o resultado foi de aproximadamente R$ 140 bilhões.
Ainda segundo o Fisco, o resultado de abril se deu, principalmente, pelo crescimento das receitas com “royalties” do petróleo, responsáveis por uma alta de 30,98%, diante do mesmo mês do ano passado. O valor arrecadado foi de R$ 11,03 bilhões.

A arrecadação do Imposto de Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL), de mais de R$ 21 bilhões, foi outro fator que contribuiu para o aumento em abril. A quantia representa uma alta real de 7,25% contra o mesmo mês de 2018.

Outro fator importante no aumento da arrecadação foi a alta do dólar, que contribuiu o crescimento do valor, em reais, das importações. A causa elevou a arrecadação do Imposto Sobre Importação e do IPI Vinculado à Importação.

O comportamento da arrecadação é importante e implica diretamente na tentativa do governo de cumprir a meta fiscal, ou seja, o resultado de abril tem uma interferência positiva nas contas públicas.

Siga Beto Ribeiro Repórter e FATOS POLICIAIS no facebook, e fique por dentro de todas as novidades!