Alvo dos criminosos foi república de estudantes. Veículo roubado onde estavam os suspeitos que fugiam da viatura policial bateu em um poste; demais envolvidos fugiram.

Um homem morreu após troca de tiros com a Polícia Civil de Campinas (SP), na manhã desta sexta-feira (15). Ele era suspeito de integrar um grupo de criminosos que havia assaltado uma república de estudantes no bairro Castelo e roubado dois veículos, nesta madrugada. Houve perseguição policial e um dos veículos bateu em um poste, após o suspeito ser baleado. Outras três pessoas fugiram.

As informações foram apuradas pela reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, na 2ª Delegacia Seccional.

A ocorrência foi na Rua Tentilhão, na Vila Padre Manoel de Nóbrega. Segundo os policiais, que não confirmaram quantos suspeitos ocupavam os veículos, um dos homens morreu baleado e os outros suspeitos fugiram em um dos carros roubados.

Segundo a polícia, o veículo foi encontrado em uma rua perto do local, mas os suspeitos fugiram. Ainda não há informação sobre o paradeiro deles.

No acidente, de acordo com a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), dois postes foram danificados, o que afetou cerca de 110 usuários. A empresa comunicou que realiza a troca dos postes e que o serviço deve ser normalizado ainda na tarde desta sexta.

Assalto na república

Os policiais afirmaram que os criminosos ficaram cerca de 30 minutos na residência do bairro Castelo, e agrediram as vítimas. Eram aproximadamente dez estudantes no local. Os ladrões levaram dinheiro, computadores, roupas e carteiras.

Um dos jovens, de 22 anos, chegou a ser encaminhado ao Hospital da PUC após levar coronhadas na cabeça. Ele passou por uma tomografia e já foi liberado.