Assassinato do GCM Jairo completa cinco anos em Araras, SP

Crime aconteceu por volta das 19h30 no bairro José Ometto II.

A morte do GCM Jairo Armando Christofoletto, na época com 45 anos, está completando 5 anos neste mês de maio, de seu trágico acontecimento. É um mês difiícil para os familiares e amigos do guarda, por conta das lembranças. “Ele era mais que um parceiro, um grande amigo que foi morto covardemente”, disse subinspetor Anilton.

O crime

Na noite de terça-feira (17/05/2016), Christofoletto estava de folga quando foi alvejado e morreu na frente de sua residência, no bairro José Ometto II. Dois homens em uma Honda Biz preta passaram pelo local e um deles atirou diversas vezes contra o guarda municipal. Ele foi atingido, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Prisão de suspeito

Em junho de 2016, foi detido em mundo Mundo Novo (BA) um dos suspeitos de executar o GCM Jairo, ele estava com cocaína e a pistola cal. 9 mm, usada no crime.
 
O marginal foi preso pela Polícia Civil de Mundo Novo em conjunto com a Polícia Civil de Araras. Segundo informações o assassinato do policial da Guarda Civil Municipal, foi para batizar sua entrada no partido (PCC).

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT