Atendimento psicológico e nutricional é oferecido remotamente em presídios de SP

Em meio à pandemia, CQVidass mantém suporte aos funcionários do sistema prisional por meio de videoconferências.

Para evitar uma interrupção nos atendimentos psicológicos e nutricionais a funcionários do sistema prisional durante a pandemia de COVID-19, o Centro de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVidass) da Coordenadoria da Região Noroeste (CRN) passou a oferecer consultas por meio de videoconferências. A atividade remota é uma alternativa de garantir suporte emocional e orientação alimentar aos servidores em tempos de isolamento social.

Psicóloga do CQVidass, Márcia Terezinha Carneiro Priolo do Amaral explica que foi disponibilizado um contato telefônico para agendamento das consultas, que são feitas por Skype. “Está dando certo. Já realizamos cerca de 80 atendimentos a funcionários que atuam nas unidades prisionais da nossa regional”, elenca.

Priolo relata que a maioria dos pacientes apresenta diferentes problemas de ansiedade por causa do isolamento social. “Alguns quadros, infelizmente, evoluem para estresse, depressão ou outras síndromes. Entretanto, estamos dando toda atenção aos servidores, com objetivo de reverter essa situação. E, quando necessário, encaminhamos o caso para a rede médica”, finaliza a psicóloga. 

clique na imagem e saiba mais

Atendimento nutricional

Os funcionários também têm acesso a atendimentos online com a nutricionista do CQVidass, Nilde Regina dos Santos. Ela destaca a importância do suporte remoto, uma vez que, com as pessoas em quarentena domiciliar, há tendência em exagerar no consumo de alimentos e diminuir consideravelmente a prática de atividades físicas.

“O objetivo é levar os pacientes a se apaixonarem pela alimentação saudável e por mais qualidade de vida. Já estamos conseguindo observar resultados significativos”, aponta. 

Novos hábitos

Exemplo do Agente de Segurança Penitenciária (ASP) Edir Gonçalves, 37 anos, que atua na Penitenciária II “Nelson Marcondes do Amaral”, de Avaré. Ele, que é ciclista, conta que mantinha uma rotina alimentar desregrada, mas mudou os hábitos após acompanhamento com a nutricionista.

“Eu costumava comer desmedidamente e sempre acompanhado de refrigerante. Após a primeira consulta, recebi um cardápio personalizado, com orientações sobre a rotina alimentar. Hoje, um mês depois, estou muito feliz, pois consegui eliminar cinco quilos. Mais do que isso: estou me alimentando melhor”, comemora Gonçalves.