Ator denuncia Professora por prova com imagem de Jesus na cruz e os dizeres: “bandido bom é bandido morto”

PUBLICIDADE

Mário Gomes acredita que a professora publicou a questão intencionalmente para afrontar o seu filho por ser católico praticante.

ator Mário Gomes prestou queixa na Polícia Civil contra a professora do filho dele, de 16 anos, por causa do uso de um meme com a imagem de Jesus Cristo em uma prova. Para Gomes, o filho foi vítima de intolerância religiosa. “É uma agressividade contra uma criança. Meu filho é católico, temente a Deus”, declarou, em vídeo gravado na delegacia

Durante a gravação, ele mostra a questão da prova, em que aparece uma reprodução de Cristo Crucificado, do pintor espanhol Diego Velásquez, com os dizeres: “bandido bom, é bandido morto”. O ator acredita que a professora publicou a questão intencionalmente para afrontar o jovem por ser católico praticante.

“Hoje fiz um Registro de Ocorrência na Decradi – Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância na Rua do Lavradio, Centro do Rio de Janeiro. Meu filho está sendo vítima de intolerância religiosa por ser um católico praticante. No momento certo estarei dando ciência para vocês meus amigos. Tmj”, disse, nas redes sociais.

A questão informa que a imagem é um meme. “Este é um meme criado a partir da obra “Cristo Crucificado”, do pintor espanhol Diego Velásquez. Considerando o meme, identifique pelo menos um dos três tipos puros de dominação conceitualizados por Weber. Justifique-se, sempre em termos weberianos”, pede a questão, que vale 3 pontos.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação está em andamento e todos os envolvidos serão ouvidos. Assista abaixo:

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP