Bebê engasgada é socorrida por GCM após mãe pedir socorro na Base da ROMU em Limeira, SP

A mãe Paula Adriele de Moraes e o pai Luciano Aparecido de Campos disseram que foi Deus que colocou aquele guarda naquele local.

Na tarde desta quinta-feira (13), uma mulher com um bebê de colo, procurou desesperadamente o GCM Alencar na Base da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal), no bairro Jardim Boa Vista em Limeira (SP), dizendo que sua filha havia engasgado e não estava respirando.

O guarda civil municipal pegou a criança que já estava com a coloração roxa por falta de oxigênio, e usou a manobra de Heimlich, que é uma técnica de primeiros socorros, utilizada em casos de emergência por obstrução de corpo estranho, provocada por qualquer tipo de corpo estranho que fique obstruído nas vias respiratórias, impedindo a pessoa de respirar.

Após reanimar a criança e ela voltar a respirar, uma viatura da corporação conduziu a mãe e a criança até a UBS do bairro Parque Hipólito, onde profissionais da saúde fizeram os primeiros atendimentos e a encaminharam para a Santa Casa de Limeira para seguir com exames mais precisos.

A mãe Paula Adriele de Moraes e o pai Luciano Aparecido de Campos disseram que foi Deus que colocou aquele guarda naquele local, pois talvez não haveria tempo hábil até a chegada do SAMU. Alencar possui 18 anos na corporação , possui treinamento para esse tipo de ocorrência o que foi fundamental para esse tipo de ocorrência.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP