Bebês recebem protetores faciais na em Penitenciária Feminina do interior de SP

Iniciativa visa proteger recém-nascidos que estão na Ala de Amamentação do coronavírus.

Oito bebês que moram Ala de Amamentação da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista estão agora ainda mais protegidos contra a COVID-19. Além das mamães reeducandas utilizarem máscaras reutilizáveis, os pequenos receberam protetores faciais para recém-nascidos, conhecidos como baby newborn face shield.

O equipamento é utilizado quando as crianças precisam sair do presídio para receber vacinas ou passar por exames no posto de saúde municipal ou no Hospital Regional de Presidente Prudente, evitando, assim, o contágio dentro da unidade de saúde.

clique na imagem e saiba mais

Uma pequena iniciativa faz toda a diferença em tempos de pandemia, uma vez que a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) não recomenda o uso de máscaras de tecido comuns até 2 anos de idade, pois há risco de sufocamento.

Os protetores faciais são reutilizáveis e podem ser higienizados com água e detergente ou álcool gel 70%. O uso do protetor foi uma orientação dada pela médica pediatra da unidade, Carla Regina Grecco, para a diretora da unidade prisional, Adriana Alkmin Pereira Domingues. A face shield é uma parte importante dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para proteção contra gotículas de saliva e secreções que podem infectar o indivíduo ao entrar em contato com nariz, olhos e boca.