Bolsonaro pede desculpas por declaração homofóbica

Bolsonaro pede desculpas por declaração homofóbica

Presidente disse que virou ‘boiola’ ao tomar refrigerante cor-de-rosa durante visita ao Maranhão; ele também já se desculpou por ataques ao Judiciário, a jornalistas, a políticos, sobre imigrantes e ditadura.

O presidente Jair Bolsonaro pediu desculpas em uma rede social por ter dito que virou “boiola” após ter tomado um refrigerante cor-de-rosa. Mas não é a primeira vez em que o presidente se desculpa após declarações polêmicas (leia mais abaixo e veja no vídeo acima).

O comentário homofóbico foi feito nesta quinta-feira (30), durante uma viagem ao Maranhão. Ao tomar o Guaraná Jesus, uma bebida tradicional do estado e um símbolo local, o presidente disse:

“Agora virei boiola, igual maranhense, é isso? [risos] O guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná vira maranhense [risos]. Guaraná cor-de-rosa no Maranhão, que boiolagem isso aqui.”

A declaração gerou críticas por parte de políticos do estado. Na noite desta quinta, em uma transmissão ao vivo, Bolsonaro pediu desculpas.

clique na imagem e saiba mais

“Pessoal, fiz uma brincadeira. Se alguém se ofendeu, me desculpa aí, tá certo, do Guaraná Jesus, tendo em vista a cor dele, cor-de-rosa, tá certo? […] Estou com a camisa do Sampaio Corrêa, em homenagem ao estado do Maranhão, onde fui tratado de forma muito carinhosa, estou muito feliz, estou emocionado, mando um abraço a todos os maranhenses”, declarou.

“E a brincadeira que eu fiz não foi para a televisão, não. Eu estava conversando com o cara — ‘Pô, guaraná cor-de-rosa aqui’ —, falei uns troços lá e alguém pegou e divulgou, não sei o quê, como se eu estivesse ofendendo quem quer que seja no Maranhão. Muito pelo contrário, com quem eu estava brincando, era um maranhense, levou na esportiva. Agora, a maldade está aí. Agora, a cor do guaraná, realmente”, completou.

Esta não foi a primeira vez que o presidente pediu desculpas publicamente por algo que disse ou fez. Bolsonaro já pediu desculpas por ter: