Brasil já registrou 2.044 casos de sarampo; quase 8 mil estão sendo investigados

188
Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

O Ministério da Saúde atualizou os números sobre o sarampo no Brasil

De acordo com o órgão, o país registou dois mil e 44 casos da doença até a última segunda-feira, dia 8 de outubro.

A maioria deles no Amazonas, que tem mil 629 casos confirmados. Há alguns meses, o Amazonas enfrenta um surto da doença.

Outro estado que está em surto é Roraima, com 330 casos confirmados;

Também há registro de sarampo em outros sete estados da federação. O Ministério trata como isolados 3 casos registrados em São Paulo, 36 no Rio Grande do Sul; 18 no Rio de Janeiro, 2 em Rondônia e 17 no Pará. Sergipe e Pernambuco têm 4 casos cada e o Distrito Federal, 1.

O Ministério da Saúde revelou também que um total de 7 mil 966 registros estão sendo investigados.

A pasta afirma que todos os casos registrados no Brasil estão relacionados à importação. O genótipo do vírus que está circulando aqui é o mesmo que circula na Venezuela, país que enfrenta um surto de sarampo desde 2017.

O sarampo é transmitido de modo semelhante à gripe: de pessoa pra pessoa, por meio de tosse e secreções.

Por isso, é fundamental estar protegido. Pessoas de todas as idades podem tomar a vacina.

O Ministério da Saúde oferece a proteção contra o sarampo na rede pública para pessoas até 49 anos de idade.

Entre 1 ano e 29 anos, são duas doses; e para quem tem entre 30 e 49 anos, uma

Quem tem mais de 50 anos pode tomar a vacina na rede particular.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.