Brasileiro trabalhou 151 dias em 2020 só para pagar impostos

Estudo indica que apesar de ser um dos países onde mais se trabalha para pagar imposto, Brasil tem pouco retorno para a sociedade.

Estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que todos os tributos somados (federais, estaduais e municipais) equivalem a 41% do salário do brasileiro.

Segundo o estudo, houve crescimento frente aos outros anos, e uma das razões foi o aumento no número de tributos a partir do ano de 2015. No ano de 2001, eram necessários 130 dias de trabalho para pagar os tributos todos. Hoje, são precisos 151 dias, um crescimento de 16%.

Mesmo trabalhando 151 dias só para pagar impostos, o povo brasileiro foi estimulado pelo presidente Jair Bolsonaro a ir trabalhar no meio de uma das maiores pandemias enfrentadas pelo mundo, arriscando suas vidas e de suas famílias. O auxílio-emergencial que o governo inicialmente queria oferecer era de R$ 250, que foi aumentado pelo Congresso Nacional para R$ 600. E agora, voltou ao primeiro valor oferecido pelo governo.

O IBPT também apresentou um comparativo com as maiores economias do mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, o americano irá trabalhar 96 dias para pagar seus tributos, 36% menos dias em comparação com o Brasil.

Entre os dez países onde mais se trabalha para pagar impostos no mundo, o Brasil está em 9ª posição, entre países como Dinamarca e Alemanha, considerados altamente desenvolvidos e com índices de retorno bem diferentes que o Brasil, que, em todas as edições do Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade, ficou em último colocado.

Fonte: Impostômetro

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP