Campanha de Imunização contra a gripe segue com baixa adesão de profissionais da saúde em Araras, SP

Até o momento, 500 profissionais foram vacinados em Araras contra a Influenza; baixa adesão na Campanha prejudicará também a imunização contra a Covid-19.

A Campanha de Imunização contra a Gripe segue com baixa adesão dos profissionais de saúde em Araras (SP). Até o momento, 500 dos aproximadamente 6.000 profissionais que fazem parte do público-alvo foram vacinados.

“O principal problema é que usaremos o número de profissionais de saúde vacinados contra a influenza como referencial para solicitação de mais doses de vacinas contra a Covid-19. Sem adesão na Campanha contra a Influenza, não teremos como justificar que temos mais profissionais do que os que foram imunizados até o momento”, explicou a diretora da divisão de Vigilância em Saúde, Margareth Pagotti.

Este ano, o público inicial da Campanha contra a Influenza são crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas e profissionais da saúde. A imunização foi dividida em diferentes locais para três grupos distintos: público em geral, profissionais da saúde que atuam em hospitais e profissionais da saúde de outras áreas.

O público em geral está sendo imunizado nas seis salas de vacinação da Rede Municipal de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h.

Profissionais da saúde que atuam em hospitais receberão doses do imunizante durante o horário de trabalho, em visitas realizadas pelas equipes da Vigilância Epidemiológica.

Já pessoas que atuam na área da saúde em outros tipos de estabelecimentos terão local específico para vacinação contra a influenza: de segunda à sexta-feira, no Parque Ecológico, das 8h às 16. Às quartas a imunização vai até às 14h no local, devido à Feira do Agricultor. 

“Só vacinamos 500 pessoas porque fomos até os hospitais. Se contabilizarmos os profissionais imunizados por livre demanda, tivemos aproximadamente 50. Nenhuma secretária de médico compareceu, por exemplo”, deixando bem claro que esses profissionais da saúde, ainda não receberam nenhuma dose da vacina contra o covid, ressaltou Margareth.

Vale lembrar que a vacina contra a Influenza (gripe) não previne contra o novo coronavírus (covid-19). Ela imuniza contra os vírus H1N1, Influenza B e H3N2, que podem provocar gripes e outras complicações respiratórias tão graves quanto o Sars-CoV-2.

Outras informações sobre a Campanha de Vacinação podem ser obtidas pelo telefone 3543-1522.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT