Câncer infantil é mais letal em países de média e baixa renda

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp

Crianças com câncer de países de renda baixa têm apenas 20% de chance de sobreviverem.

Anualmente, 215 mil casos de câncer infantil são diagnosticados em todo o mundo entre crianças com menos de 15 anos, segundo a Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (IARC). Já outros 85 mil casos da doença são identificados em jovens com idade entre 15 e 19 anos.

Segundo a agência, em países de renda alta, 80% das das vítimas de câncer infantil conseguem ser curadas, enquanto que, em países de baixa e média renda, apenas 20% sobrevivem.

Além disso, a instituição aponta que as desigualdades aparecem por conta da falta de capacitação entre profissionais de saúde, assim como da ausência de infraestruturas médicas.

Com isso, a Iniciativa Global para o Câncer Infantil, da Organização Mundial da Saúde (OMS), quer alcançar uma taxa de sobrevivência de pelo menos 60% para todas as crianças com câncer no planeta até 2030. Essa meta representa um milhão de vidas salvas ao longo dos próximos 10 anos.