“Câncer que não estará entre nós em 2023”, diz Porchat sobre Bolsonaro

Durante desfiles na Marquês de Sapucaí, na madrugada deste sábado (23), o humorista comentou o indulto dado a Daniel Silveira.

Durante desfiles na Marquês de Sapucaí, na madrugada deste sábado (23), o humorista Fábio Porchat falou sobre o indulto concedido por Bolsonaro a Daniel Silveira depois que o parlamentar foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para Porchat, o presidente é um “câncer que não estará entre nós em 2023”.

“A gente tem que pensar que em 2023 este câncer não estará mais entre nós, e o Brasil vai voltar a sorrir. A gente precisa tirar a milícia do poder. Eu acho que, no fim das contas, esta é a eleição do ‘queremos democracia ou não?’ E a gente precisa querer”, disse o humorista ao jornal Folha de S. Paulo.

Leia também:

 

Porchat também comentou que foi convidado pela escola São Clemente, que nesse Carnaval homenageia o humorista Paulo Gustavo, morto no ano passado vítima da Covid-19.

“É uma mistura de ‘que bom que a normalidade está voltando’ com o pensamento sobre toda a doideira que a gente passou e ainda está passando. No fim das contas, graças à vacina, a gente pode estar aqui”, acrescentou Porchat.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP