Cão é achado morto boiando em rio com sacola na cabeça e perfurações: ‘Muita maldade’, diz protetora

Tijolos para fazer o animal afundar também foram achados. Polícia Civil de Ouroeste (SP) investiga o caso.

Desaparecido há três dias, um cachorro foi encontrado morto boiando nas águas do Rio Grande, em Ouroeste (SP), com uma sacola plástica na cabeça e diversas perfurações pelo corpo.

De acordo com a responsável pela Organização Não Governamental (ONG) Grupo de Amigos Na Proteção Animal (GAPA), Ana Paula da Silva Sérgio, o cão foi achado na manhã da última quarta-feira (11). “Um rapaz viu o cachorro e entrou em contato comigo. Comecei a passar mal assim que vi a situação que o animal estava. Pedi para ficarem de olho no cachorro, para a pessoa que fez isso não retirar o corpo, e corri na delegacia”, explicou.

Ana Paula da Silva registrou um boletim de ocorrência. A Polícia Civil enviou equipes para realizar exames periciais e retirar o corpo do cachorro das águas do Rio Grande. O caso segue em investigação. “A dona e o dono do cachorro também estavam no local. Os dois gritaram muito. Foi realmente muito complicado. O cachorro foi morto com várias facadas. Achamos ferimentos no ouvido, na cabeça, na nuca e no corpo. Também colocaram uma sacola e amarraram uma pedra para o corpo boiar, mas não boiou”, explicou a protetora.

Ainda segundo Ana Paula, o cachorro encontrado boiando nas águas do Rio Grande estava desparecido havia três dias. Os donos realizavam buscas para tentar localizá-lo. “Outros cachorros deles também sumiram e nunca foram encontrados. Eles achavam que uma sucuri tinha pegado os animais, mas mudaram de opinião assim que viram o corpo do cachorro dentro do rio”, disse a protetora.

Ana Paula e os tutores do cão possuem suspeitas sobre quem matou o animal. Porém, a Polícia Civil segue investigado o caso. “A nossa parte a gente já fez. É muita maldade alguém fazer isso com um animal. A pessoa simplesmente esfaqueou o cachorro, colocou uma sacola plástica na cabeça e amarrou uma pedra para jogá-lo no rio”, disse Ana Paula.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT