Carro com seis pessoas com sinais de embriaguez atropela ciclista, e ocupantes oferecem R$ 5 mil para vítima não acionar polícia

Motorista disse que o grupo voltava de um baile funk e se recusou a fazer o teste do bafômetro.

Um motorista de 19 anos, com sinais de embriaguez, atropelou um ciclista na Avenida Nossa Senhora do Carmo, no Sion, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, na manhã deste sábado (31). Segundo a vítima, o sargento do Corpo de Bombeiros Rogério Silva de Paula, os ocupantes do veículo ofereceram R$ 5 mil para que ele não chamasse a polícia.

O ciclista seguia na faixa da direita da avenida com um amigo quando foi atingido. Ele chegou a cair no chão, mas não se feriu. A roda da bicicleta ficou destruída. Seis pessoas estavam no carro, sendo que quatro deixaram o local após o acidente.

“Foi tudo bem rápido, eu não vi o que aconteceu, só escutei o barulho da freagem, da derrapagem, e senti uma pancada, um carro pegando por trás. Eles desceram rapidamente, não preocupados comigo, mas preocupados com que eu chamasse a polícia. Falaram que me pagariam até R$ 5 mil para eu não chamar a polícia, que era só passar o PIX, eles fariam a transferência na hora”, contou Rogério.

Segundo ele, visualmente, todos os ocupantes do veículo “estavam bem embriagados”.  O para-choque do veículo ficou danificado. O motorista não quis gravar entrevista, mas contou que voltava de um baile funk.

A Polícia Militar (PM) esteve no local e constatou que o condutor apresentava sinais de embriaguez. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro. No carro, também foi encontrada uma porção de maconha.

O rapaz tinha permissão para dirigir e vai perder a habilitação. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia. A identidade do infrator não foi divulgada.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT