Cartilha traz dicas para mães sobre amamentação na pandemia

De acordo com Poliana Cristina de Almeida, o objetivo da cartilha é fornecer orientações sobre amamentação em tempos de pandemia da covid-19.

Em período de pandemia e doenças virais, como as mães podem se cuidar para que a amamentação, momento tão importante para a criança, possa continuar a acontecer?

Pensando nesse questionamento as pesquisadoras: Poliana Cristina de Almeida Fonseca Viola, nutricionista e Professora da Universidade Federal do Piauí no Departamento de Nutrição; Carolina Abreu de Carvalho, nutricionista e Professora da Universidade Federal do Maranhão no Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva; e Zeni Carvalho Lamy, Pediatra neonatologista, e Professora da Universidade Federal do Maranhão, no Departamento de Saúde Pública e Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva, produziram a Cartilha “Orientações para Aleitamento Materno em Tempos de Covid-19”.

clique na imagem e saiba mais

De acordo com Poliana Cristina de Almeida, o objetivo da cartilha é fornecer orientações sobre amamentação em tempos de pandemia da covid-19. “Existem muitas dúvidas entre a população sobre esse tema e a cartilha apresenta recomendações e evidências científicas das entidades de saúde sobre o assunto”, explica.

A pesquisadora ressaltou que a cartilha é voltada para população de puérperas e profissionais da saúde. Além disso, Poliana de Almeida explica que, a cartilha apresenta orientações baseadas nas recomendações da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano e Sociedade Brasileira de Pediatria para que as mães continuem amamentando os seus bebês com segurança e saibam lidar com as dificuldades comuns do aleitamento materno, incluindo medidas de controle e prevenção de infecções, em tempos da pandemia do novo coronavírus.

“Consideramos muito importante para o esclarecimento das purpúreas sobre as possíveis dúvidas sobre como proceder com a amamentação dos seus filhos em caso de sintomas da covid19. Amamentar em circunstancia normal já exige uma rede de apoio social muito grande, e em tempos de pandemia, a necessidade desse apoio da família e de profissionais de saúde é maior ainda. É necessário o apoio e encorajamento das mães para que o aleitamento materno não seja interrompido, pois os benefícios da amamentação são maiores do que os riscos de transmissão do novo coronavírus. É importante deixar claro que o novo coronavírus não foi encontrado em amostras de leite materno de mães infectadas. Seguindo todas as recomendações de segurança, é possível amamentar. Essa cartilha também irá auxiliar os profissionais de saúde no apoio a essas mães que necessitam de acompanhamento durante a amamentação”, destaca.

Segundo Poliana de Almeida, a ideia de produzir a cartilha surgiu da necessidade de construir um material com informações científicas e orientações práticas em linguagem mais simples.

“Consideramos que essas informações publicadas em notas técnicas e artigos científicos precisavam chegar à população e aos profissionais de saúde de maneira mais prática e clara. Idealizamos a cartilha, pois em reuniões do Comitê Gestor de Crise, entendemos que precisávamos traduzir informações de qualidade para grupos específicos da população. Eu enxergo as puérperas como um grupo que com certeza precisa de muito apoio no contexto de pandemia em que estamos vivendo, disse.

O diretor da Gráfica da UFPI e membro do Comitê Gestor de Crise da UFPI, Ms. Renan Marques falou que o material produzido servirá tanto como apoio técnico a hospitais, agentes de saúde, comunidades, bancos de leite, como também para a população em geral, por ter linguagem visual grafica acessível e conteúdos de fácil entendimento. 

“Fizemos intervenção gráfica (diagramação) na Gráfica da UFPI, por meio da ação de extensão “Compreendendo o COVID-19 por meio da programação visual: uma ação da Gráfica da UFPI em parceira com o Comitê Gestor de Crise”, e esperamos contribuir em mais projetos como este, com informações relevantes neste tempo de pandemia”, finaliza.

ACESSE A CARTILHA AQUI