Casal com ligação no mega-assalto em SC é preso com explosivos em Campinas, SP

Denúncia anônima levou Polícia Militar aos envolvidos; um dos veículos usado no crime foi abastecido em posto na cidade de Campinas.

Um casal de Campinas (SP) foi preso na noite desta quinta-feira (3) com ligação no mega-assalto a um banco em Criciúma (SC) no início da semana. A prisão ocorreu após denúncia anônima. Explosivos similares usados ao ataque e munições de fuzil foram apreendidos. Um terceiro suspeito é procurado.

De acordo com o coronel Rogério Silva, da PM de São Paulo, a mulher admitiu participação no crime e, segundo o policial, em seu celular foram localizadas mensagens que comprovam o elo ao mega-assalto.

O comandante do policiamento de São Paulo, que enviou uma equipe da Rota e teve apoio do Batalhão de Ações Especiais de Polícia, de Campinas, esteve em três endereços na cidade: o imóvel do casal no Parque Fazendinha, uma sala comercial no Centro e o imóvel dos pais da suspeita, no Parque São Jorge.

clique na imagem e saiba mais

O coronel destaca que o serviço de inteligência da polícia confirmou que um dos veículos utilizados no mega-assalto havia sido abastecido em posto de combustíveis na Rodovia Anhanguera, em Campinas. Imagens mostrariam o casal no veículo, sendo dirigido pelo marido. “No escritório, localizamos o cartão de crédito utilizado no abastecimento”, diz Silva.

Segundo o policial, o terceiro suspeito de Campinas ligado ao crime é irmão da mulher presa nesta quinta. Eles acreditam que o material encontrado na casa dos pais dela, como munições e explosivos, tenha ligação com o irmão.

O material será enviado para perícia mas, de acordo com o coronel, uma análise preliminar indica que os explosivos apreendidos em Campinas são similares ao usado no ataque em Criciúma. Todo o material apreendido, assim como os suspeitos, serão encaminhados e apresentados ao Departamento de Investigações Criminais (Deic).