Casal é indiciado por aplicar o “golpe do motoboy”

Modalidade criminosa engana correntistas para que entreguem seus cartões bancários a um falso funcionário da empresa.

A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), indiciou um casal envolvido com o “golpe do motoboy”, o qual consiste em enganar correntistas para que entreguem seus cartões bancários a um falso funcionário da empresa. A ação ocorreu na manhã desta quinta-feira (3), após uma operação, na Vila Maria, na zona norte da Capital de São Paulo.
 
Os trabalhos policiais foram realizados por integrantes da 1ª Delegacia da Divisão de Crimes Cibernéticos (Dcciber). Os agentes realizavam apurações para combater a prática ilícita quando descobriram a existência de uma falsa central telefônica destinada ao crime e identificaram um homem que tinha a função de “conteiro” – responsável por aliciar outras pessoas para que permitam depósitos ilícitas em suas contas correntes.
 
Diante das informações, os policiais foram até o endereço indicado ao longo das investigações, onde conseguiram encontrar a mulher do conteiro. Questionada, ela confirmou trabalhar em uma falsa central de atendimento, mas não indiciou outros responsáveis pelo esquema. 
 
A ação resultou na apreensão de quatro máquinas de cartões, dois celulares, um pendrive e um notebook, onde havia indícios da prática do crime.
 
Com isso, o casal foi indiciado por estelionato e associação criminosa. As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outros integrantes da quadrilha.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP